// VINHETA FINAL DE ANO 2017 | FELIZ NATAL E ANO NOVO!

// PLAYLIST DO MÊS | DEZEMBRO // FERNANDO WISSE

#RESENHA | CINEMA | 'Jonh Wick: Um Novo Dia para Matar' é o filme de ação perfeito















































Levando-se em consideração o cinema de ação dos últimos anos, a franquia 'John Wick' certamente se destaca como um novo e excelente produto a ser analisado. Após o primeiro e ótimo capítulo levado às telonas em 2014, eis que a continuação nos brinda com mais cenas brilhantes marcantes.

Começando pelo design, é incrível a forma como o longa consegue ser sofisticado e elegante, assim como seus personagens sempre bem vestidos interessantes e cheios de camadas. As cores usadas lembram às vezes 'Bourne', com aquele azulado, esverdeado em tela, mas logo a paleta vai ganhando novos contornos e vai ficando por vezes avermelhado, por vezes colorido. A fotografia sombria, mas não escura, é outro detalhe caprichado e o ótimo entrosamento entre os atores rende sequências espetaculares, com destaque para o reencontro tão comentado, mas pouco utilizado em tela - que deve ser visto novamente no futuro -, entre Keanu Reeves e Laurence Fishburne.

 O roteiro é um deleite. Cheio de ótimos momentos de ação, encontra na direção um suporte poderoso para a criação de cenas e coreografias épicas cheias de sangue e violência. E se 'Logan' tem ganhado destaque como 'violento', certamente 'John Wick: Um Novo Dia para Matar' poderia fazer-lhe escola, com sequências intensas - o que dizer daquele momento do filme num 'castelo' em Roma durante uma festa gigantesca? - muito mais sanguinolentas. A trama funciona muito bem e deixa um gancho genial para a próxima continuação, no nível do final de 'O Cavaleiro das Trevas' -  e parecido, inclusive -. O submundo do crime ganha novas cores e vida num trabalho que lembra até 'O Poderoso Chefão' na fidelidade em que mostra o funcionamento da máfia no mundo real. É de certa maneira cômico observar a ironia nos detalhes da forma em que certas situações são propositalmente apresentadas.

Munido ainda com uma trilha sonora poderosa, ótimos atores, um desenvolvimento de tirar o fôlego que consegue manter o alto nível e o ritmo durante duas horas, 'John Wick: Um Novo Dia para Matar' é o filme de ação perfeito. Corajoso, violento, com uma trama bem amarrada, dono de uma fotografia linda, sonoplastia, cenografia e trilha sonora impecáveis e com a assinatura de uma equipe de direção e roteiristas que sabe o que faz e sabe aonde quer chegar. Bem planejado e executado. Cheio de ótimas surpresas, é o retorno de um personagem que já havia dado certo, num filme que eleva o nível ainda mais.

Comentários