// VINHETA FINAL DE ANO 2017 | FELIZ NATAL E ANO NOVO!

// PLAYLIST DO MÊS | DEZEMBRO // FERNANDO WISSE

07 DE ABRIL | HOJE É DIA DO JORNALISTA!


Sonhos foram feitos para serem realizados? Sinceramente, eu não sei. Há tantos que deixei de lado. Há tantos que não alcancei. Há tantos que desapareceram. Deixaram de ser. Há tantos. A vida, feito o ciclo sem fim que é, sempre trata logo de nos mostrar caminhos e jornadas novas para serem trilhadas. Ou não. Há sabedoria no fracasso. Há verdade. E há sempre um dia após o outro.

Depois de tanto pedalar em busca de um sonho, finalmente me vi dentro de outro que estava adormecido lá no fundo da minha alma. O jornalismo é hoje o que me faz levantar de manhã sorrindo acreditando em dias melhores, pelo menos pra mim. E se o destino há de existir, certamente o meu já havia sido traçado há bastante tempo.

Este vídeo é fruto de um trabalho do 7° ano, feito há uns 10 anos atrás. Teríamos que fazer um jornal só com notícias boas. E lá estava eu sendo repórter e produtor. Pouca gente sabe, mas quando eu era criança tinha um canal de TV, logicamente imaginário. Era a TV Planeta. Até a canopla com o logotipo do canal eu fazia. Graças a minha professora querida Milena e a este trabalho, que reforça o tipo de educação em que eu acredito hoje e que luto para virar realidade nas escolas, feito com amigos que guardo no peito, minha emissora ganhou vida e vai permanecer em vídeo para sempre para que eu possa assistir repetidas vezes e orgulhar-me do caminho que me levou até aqui. Sonhos não são objetos imutáveis. Sonhos são moldados. Sonhos mudam. Ou não. Às vezes você sonha em ser um cantor, entra num curso de Música que não te incentiva a nada e só aí percebe que teu verdadeiro amor estava ali, sempre ao teu lado, só aguardando a hora certa.

Hoje, dia 07, no dia do jornalista, gratidão a Deus, ao universo, aos amigos, à minha jornada. Gratidão por finalmente fazer parte de uma área que me abraça tão carinhosamente. E mesmo que ainda haja tanto a ser feito e mudado, há sempre o sonho. Uns sonhos. Realizáveis ou não. E feito Forrest Gump sinto-me eu em busca deles. 'Corre Paulo, corre!'

Comentários