// VINHETA FINAL DE ANO 2017 | FELIZ NATAL E ANO NOVO!

// PLAYLIST DO MÊS | DEZEMBRO // FERNANDO WISSE

BIBIANA BELISÁRIO | CARIRI | A FESTA DA TERREIRADA CEARENSE RETORNA AO CARIRI

Foto: Amilton Fotografia


     Na última sexta-feira (29), o Largo da RFFSA, na cidade de Crato, explodiu em música e energia com a edição especial da festa 'Terreirada Cearense'. O brincante, cantor e compositor Geraldo Junior, trouxe mais uma vez sua poesia musicada e seu discurso engajado para alegrar nossos corações e arrastar pé nesse sertão. Esta foi sua terceira apresentação no ano aqui na região do Cariri, dessa vez, através da Unidade Sesc Crato.

    Acompanhado pelos músicos Ranier Oliveira, Vinícius Pinho e Flauberto Gomes, integrantes do 'Na Base da Chinela', o show rolou com muita maestria e o grupo fez todos balançarem até o último momento, que teve como desenlace uma grande ciranda. Além destes, a festa contou com a participação especial da artista Raquel Potí, também do bloco e participante do Barracão Centelha (RJ), a vocalista da banda Nuverse, Jéssica Xavier, e a cantora e compositora Amélia Coelho. Completando o time, o cantor, compositor e músico da região, Luciano Brayner, e o multi-instrumentista Wesley Santana também contribuíram para animar a noite.

Foto: Amilton Fotografia
     Geraldo Júnior, em meio às suas canções, discursou sobre a intolerância religiosa: “...você que é evangélico, você que é católico, você que é da umbanda, que é do candomblé, cobre, você tem que questionar, se aquele mestre está com discuso de ódio, está errado, a gente tem que amar o próximo” e a partir disso entoou a música 'Borboletas Azuis (Aves de Jesus)', que aborda a relação do penitente com a fé.

     A relação de respeito dos músicos para com os Mestres da Cultura da região do Cariri é destacada quando se é pedido licença para adentrar nas peças das brincadeiras do reisado, que com muita destreza são cantadas e sentidas pelos que construíram o encanto da sexta à noite.

    A festa e o bloco da 'Terreirada Cearense' se caracteriza pelo forró de raiz, cocos, peças de reisado e música cabaçal. Desenvolvendo um espetáculo com canções autorais e músicas da cultura popular tradicional, traz à tona, em seu trabalho, a desconstrução das limitações atribuídas a nossa sociedade de maneira ignorante e intransigente, refletindo toda a beleza e diversidade da cultura brasileira.

Comentários

Gilberto Neto disse…
Excelente evento, precisamos de mais desses no Cariri. Parabéns pelo texto Bibiana e pelo belíssimo blog Paulo.
Geraldo Junior disse…
Salve, Gilberto. Espero estar cada vez mais presente aqui na região. ����❤️
E agrade, Bibi, Paulo, e toda a equipe do blog. ✨������